Flash - jun 12, 2021

Qual a importância da gestão de pessoas nas organizações?

Tornar-se mais forte no mercado é, certamente, o desejo da maioria das empresas. Existem diversas maneiras que podem ajudar um empreendimento a alcançar esse objetivo, mas nenhuma delas é tão importante quanto investir em pessoas. 

É por isso que o setor de gestão de pessoas tem se tornado cada vez mais estratégico dentro das empresas. Quanto mais cedo gestores e líderes entenderem o importante papel desses profissionais para o crescimento do negócio, melhores serão seus resultados. 

A seguir, falamos um pouco mais sobre a importância desses profissionais para o crescimento das empresas. Confira! 

Gestão de Pessoas

O que é gestão de pessoas?

A gestão de pessoas é o nome dado ao conjunto de estratégias corporativas voltadas para o desenvolvimento pessoal e profissional das equipes. Esse deve ser um dos pilares de atuação para empresas que desejam crescer mais rápido sem comprometer a qualidade do clima organizacional. 

Em pesquisa realizada pela Endeavor, a gestão de pessoas desponta entre as principais dificuldades entre mais de mil profissionais participantes. Dessa maneira, percebe-se a urgência e necessidade de um bom gerenciamento de pessoas no mercado atualmente. 

 

Qual é a importância da gestão de pessoas nas empresas?

Dizer que as pessoas são o ativo mais importante de qualquer empresa, certamente, não é um exagero. Sem a motivação necessária para alcançar objetivos, mesmo os melhores profissionais podem deixar a desejar. 

Isso compromete os resultados da empresa em longo prazo e coloca em risco o seu crescimento. É por isso que cuidar da estratégia de gestão de pessoas é um investimento tão crucial. 

Mas, para que essa estratégia seja efetiva, é necessário que você entenda os conceitos mais importantes da gestão de pessoas. Para isso, leia o próximo tópico. 

 

Os pilares da gestão de pessoas

Estudiosos do setor indicam que a gestão de pessoas é regida por cinco pilares principais:

Motivação: se uma equipe sofre com a desmotivação, é papel do time de RH identificar a raiz do problema e projetar uma solução. Os estímulos podem variar desde o incentivo financeiro – com os benefícios flexíveis – até incentivos organizacionais, como folgas, eventos virtuais, dentre outros. 

Comunicação: dentro e fora do ambiente profissional, a comunicação é uma ferramenta importante de integração entre pessoas. Por isso, times de RH precisam focar em promover um diálogo entre a empresa e seus colaboradores. 

Trabalho em equipe: colaboradores têm um objetivo em comum: alcançar as metas da empresa. Por isso, o trabalho em equipe deve ser incentivado mesmo entre equipes de setores completamente diferentes. 

Conhecimento e competência: uma boa gestão de pessoas entende que todo conhecimento técnico pode ser ensinado, assim como as competências. Por isso, uma gestão estratégica oferece ferramentas para que os colaboradores possam se desenvolver em um nível pessoal e profissional. 

Treinamento e desenvolvimento: também é papel da empresa oferecer meios claros para que o colaborador desenvolva as habilidades de que necessita para se tornar melhor em seu trabalho. Isso pode ser feito por meio da disponibilização de cursos, softwares, palestras e mais. 

 

Como os benefícios flexíveis contribuem para a gestão de pessoas?

Boa parte da satisfação dos colaboradores está atrelada à sua compensação financeira, assim como à política de benefícios exercida pela empresa. É por isso que oferecer benefícios flexíveis pode ser uma ótima ferramenta para otimizar a gestão de pessoas e aumentar a produtividade. 

A plataforma da Flash Benefícios, por exemplo, oferece uma incrível usabilidade, além de proporcionar mais controle orçamentário para as equipes de RH. 

 

Otimizar a gestão de pessoas da sua empresa não precisa ser complicado. Conte com a Flash para te ajudar nessa missão. Visite o site e entre em contato com a nossa equipe agora mesmo!