Flash - jun 28, 2021

Case Grupo Pão de Açúcar: como otimizar a contratação de pessoas da atração a onboarding

Para o último dia de RH Summit 2021, Frederico Cosentino Neto, gerente geral de Recursos Humanos do GPA, trouxe um assunto muito interessante: Case Grupo Pão de Açúcar: como otimizar a contratação de pessoas da atração a onboarding. A curadoria da palestra foi realizada por Jéssica Martins, âncora do evento.

image3-Jun-28-2021-07-32-44-03-PM

Logo no começo da palestra, foi falado sobre a estrutura do Grupo Pão de Açúcar e de como os profissionais digitalizaram a empresa, especialmente no que tange à seleção e recrutamento e admissão. 

 

Diversos processos se tornam mais rápidos e digitais. Quando há a necessidade de fazer uma entrevista presencial, por exemplo, a informação é enviada ao candidato por meio de e-mail e SMS.

 

Um ganho de escala no dia a dia foram as marcações de pontos digitais e aceite de folhas de ponto de maneira digital. Tudo isso fez com houvesse uma redução de papéis na empresa e que diversos processos fossem acelerados – em especial o de contratação de colaboradores.

 

A implantação dos meios digitais já era uma ideia antes da pandemia, mas o momento propiciou que a implantação fosse mais rápida. 

 

“A pandemia trouxe a necessidade de melhorar e agilizar os processos” – Frederico Cosentino Neto

 

Em relação ao RH propriamente dito, foi comentado que a preparação dos colaboradores foi rápida. O time se adaptou muito bem, pois as mudanças vieram para melhorar os processos, o que engajou muito mais as equipes, principalmente as do departamento pessoal.

 

Os processos foram simplificados com muita segurança e respeitando os procedimentos legais necessários. Além disso, a digitalização melhorou muito a produtividade dos colaboradores, principalmente porque a comunicação ocorreu de forma transparente e colaborativa.

 

A melhora dos processos fez com que a equipe que atuava de forma mais operacional tivesse que aderir à digitalização e à tecnologia. Em um primeiro momento, a empresa ficou assustada com a dificuldade dos colaboradores acessarem a rede da empresa, mas isso foi resolvido com rapidez.

 

A curadora abordou que uma das métricas muito comuns é o custo de pessoa. Quando se faz digitalização e estratégias ligadas à tecnologia, é preciso aproveitar oportunidades. 

 

Dessa forma, existem muitas companhias oferecendo excelentes ferramentas para que as empresas reduzam o custo de pessoal, e é interessante aderir a elas. Nesse sentido, a questão da produtividade ligada ao mindset foi ressaltada:

 

“Pessoas produtivas e engajadas trazem sempre o melhor resultado” – Frederico Cosentino Neto

 

É preciso aproveitar o avanço digital, pois a cobrança por produtividade e custos é muito grande. Tudo isso faz com que os resultados das empresas melhorem e que os colaboradores possam ser alocados para a viabilização dos processos, e não mais para fazerem atividades exclusivamente operacionais.